Dr Wamberto Vasconcelos

Wamberto é professor (Senior Lecturer) na Universidade de Aberdeen, Escócia, desde 2002, tendo trabalhado como professor e/ou pesquisador na Universidade de Edimburgo (Escócia), Universidade de Zurique (Suíça) e Universidade Estadual do Ceará (Brasil). Ele obteve seu PhD na Universidade de Edimburgo (1995), na área de programação em lógica. Seus interesses de pesquisa incluem representação do conhecimento e raciocínio automatizado, engenharia de software e sistemas multi-agentes. Mais especificamente, suas pesquisas em sistemas multi-agentes dizem respeito a aspectos normativos e organizacionais de agentes de software.

Wamberto tem várias publicações em conferências como AAMAS, IJCAI e ESWC, além de outras, e em periódicos como JAAMAS, IEEE Intelligent Systems, Annals of Mathematics and AI, e outros. Ele tem sido membro do comitê (senior) de programa do AAMAS, IJCAI, ECAI, EUMAS, além de outros encontros. Seus projetos de pesquisa mais recentes desenvolveram representações para normas/políticas para comunidades de agentes competindo entre si, assim como mecanismos para apoiar tomada de decisão em vista dessas normas.

Email: w.w.vasconcelos@abdn.ac.uk

English Language Profile

Dr Jefferson Gomes

Jefferson Gomes é Engenheiro Químico (UFRJ, 1996), MSc em Modelagem Computacional (UERJ, 1999) e PhD em Matemática Aplicada (Imperial College London, 2004). Trabalhou na UERJ (1996-2006), Imperial College London (2006-2012) e desde 2012 é professor na Escola de Engenharia da Universidade de Aberdeen. É desenvolvedor do CFD (software livre) "Fluidity" desde 1999.

Tem experiência no desenvolvimento de métodos computacionais e simulações numéricas atuando principalmente nas seguintes áreas: escoamento multifásico, reatores nucleares inovadores, criticalidade e física de reatores, meios porosos, fluidização, modelagem de reservatórios de petróleo, termodinâmica computacional e otimização não-linear. 

Email: jefferson.gomes@abdn.ac.uk

English Language Profile

Rodrigo de Oliveira, PhD Computing Candidate

Sou estudante de doutorado (PhD) no departamento de Ciências da Computação. Minha pesquisa é na sub-área de Inteligência Artificial chamada Geração de Linguagem Natural (NLG em inglês), o que possibilita computadores escreverem texto com qualidade quase humana. Por exemplo, um sistema de NLG consegue transformar dados meteorológicos numéricos em uma previsão do tempo textual e legível por humanos. No meu doutorado estou estudando métodos e técnicas para aperfeiçoar sistemas de NLG.


Escolher a Universidade de Aberdeen não foi por acaso. Aberdeen é a líder mundial em pesquisa com NLG, então eu não pensei duas vezes quando uma vaga para doutoramento foi ofertada. Meu doutorado é inteiramente financiado por uma empresa júnior da universidade, o que significa que todas as taxas acadêmicas são pagas e minha bolsa mensal é suficiente para se viver bem.

Após chegar aqui, eu fiquei positivamente surpreso com a vida na universidade: os colegas são simpáticos e prestativos, o campus é muito bonito, as nacionalidades são bem diversas e a oferta de esportes é bastante ampla. Eu estou bastante contente em ser um doutorando na Universidade de Aberdeen e certamente a recomendo para aqueles interessados em pesquisar NLG ou qualquer outra área das Ciências da Computação.

Rodrigo de Oliveira Homepage

 Mariana Cassel Meurer, Visiting Student

A experiência de passar um ano na Universidade de Aberdeen tem sido incrível. Como estudante de engenharia química, pude aprender muito em todas as matérias cursadas, as quais exigiram muito estudo e dedicação. O início, como já era esperado, foi muito desafiador, tanto pela dificuldade para se acostumar com o inglês e o sotaque de alguns professores, quanto pelo método de ensino, que exige muito estudo individual e leitura extra classe. Além disso, a oportunidade de ter feito um estágio na área também agregou muito, pelo próprio aprendizado e pelo valor curricular.

 

Muito maior, porém, que o aprendizado profissional, é o aprendizado e o crescimento pessoal. Conhecer um país diferente, aprender uma nova língua, conhecer novas pessoas e culturas, aprender sobre diferentes esportes e comidas, são algumas das muitas experiências que passamos no ano de intercâmbio. E para usufruir ao máximo das oportunidades, é sempre bom estar atento às atividades extra classe promovidas pela Universidade, além das sociedades e esportes, que nos permitem conhecer novas pessoas, ideias e culturas.

Dr Murilo da Silva Baptista

Murilo BaptistaMurilo Baptista é professor (Reader) da Universidade de Aberdeen desde 2009. Graduou-se em 2001 e obteve doutoramento em 2006 pelo Instituto de Física da Universidade de São Paulo, tendo feito pós-doutoramento neste mesmo Instituto (1999-2004) e na Universidade de Potsdam (Germany, 2004-2006). Foi pesquisador visitante do Instituto Max Planck para a Física de Sistemas Complexos (2007-2008, Germany) e professor assistente visitante do Departamento de Matemática da Universidade do Porto (Portugal, 2008-2009). 

 

Sua pesquisa atual almeja a compreensão e a modelagem da relação complexa entre manifestações de comportamento em sistemas e redes complexas (como comportamento coletivo, sincronização, recorrência, linguagem simbólica, causalidade e "observability”)  e a maneira como informação é transmitida, processada, e armazenada nestes sistemas. Entre outras pesquisas, ele esta interessado em entender a linguagem do DNA, o processo evolutivo do cérebro, manifestações globais de sincronização em redes complexas, causalidade e inferência em séries de dados complexas. Sua pesquisa procura também aplicar estas noções e resultados teóricos para a criação de sistemas tecnológicos inteligentes, tal como sistemas de distribuição de energia super estáveis, e sistemas de comunicação seguros, rápidos, e confiáveis.

Email: murilo.baptista@abdn.ac.uk

English language profile

Thisiane dos Santos, PhD Geology

Murilo BaptistaEu faço doutorado em Geologia na University of Aberdeen, como parte da iniciativa BG Brasil Fellowship, e tenho vivido uma experiência extraordinária por quase dois anos. Este programa tem como objetivo expandir o conhecimento dos estudantes em Geologia ao nos tornar experts na área, assim como promover um intercâmbio de cultura e experiências de vida dentro da comunidade internacional da universidade, incluindo conferências, comitês e trabalho de campo. Consequentemente, nossas habilidades de comunicação também são aprimoradas e somos capazes de desenvolver nosso conhecimento em um segundo ou até terceiro idioma como parte de nosso processo de crescimento, o que nos auxilia a trabalhar como uma equipe. 

Éderson Rodrigues Pereira, Visiting Student, PhD Chemistry

Ederson Rodrigues PereiraExperiência incrível pessoal e profissional. Estas palavras definem muito bem esse período de seis meses de doutorado sandwich que encerro aqui na Universidade de Aberdeen, Reino Unido. Obviamente, como em qualquer novo lugar fora do país de origem, desafios surgem todos os dias e cabe somente a você aceitar ou não enfrentá-los. Indispensável dizer aqui que a Universidade de Aberdeen, a meu ver, dá aos estudantes amplo suporte para que esses desafios se tornem boas experiências.